sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Faculdade de Geografia e Cartografia da UFPA realiza trabalho de campo do curso de especialização do IESP na Reserva Extrativista Marinha (Resex) de São João da Ponta, Nordeste Paraense.




Será realizada hoje pela Faculdade de Geografia e Cartografia da UFPA e Grupo de Estudos Paisagem e Planejamento Ambiental – GEPPAM, em parceria com a Associação dos Usuários da RESEX Marinha de São João da Ponta – MOCAJUIM e Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade – ICMbio (equipe de gestão da RESEX), o trabalho de campo do curso de especialização promovido pelo Instituto de Filosofia e Ciências Humanas - IFCH para o Instituto de Ensino de Segurança Pública do Estado do Pará - IESP.  Serão cerca 42 oficias da  Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal de Ananindeua e Centro de Perícias Renato Chaves envolvidos nesse trabalho de campo que visa à qualificação desses profissionais da área da segurança pública. Este trabalho de campo é coordenado pela Prof.ª Dr.ª Márcia Pimentel da Faculdade de Geografia da UFPA. Também foi convidada a participar da programação a equipe de segurança do município de São João da Ponta.


Sobre o trabalho de campo a ser realizado


O trabalho de campo é um instrumento metodológico essencial para a Geografia. Assim ele deve seguir um roteiro de observações que possibilitam as análises sobre o espaço geográfico.
Nosso objetivo junto à RESEX de São João da Ponta é possibilitar um olhar prismático sobre o modelo de Unidade de Conservação de Uso Sustentável. Olhar a Unidade de Conservação sob o ponto de vista do geossistema, do território e da paisagem contribui para o trabalho de gestão da unidade.
Este roteiro compõe-se de duas partes: a primeira fornece informações sobre o desenvolvimento do campo. A segunda apresenta os procedimentos para elaboração do relatório.
PROGRAMAÇÃO NA RESEX:
Pela manhã:
- Palestra “Gestão em Unidade de Conservação de Uso Sustentável” com a equipe de gestão do ICMbio e presidente e equipe da executiva da MOCAJUIM (Associação dos Usuários da Resex).
- Reconhecimento de campo na sede municipal de S.João da Ponta: observação da paisagem cultural.

ALMOÇO: na sede da MOCAJUIM.

Pela tarde:
- Reconhecimento da diversidade de unidades de paisagens na área da RESEX e entorno.

- Os alunos serão subdivididos em quatro grupos. Cada grupo fará um trajeto orientado por um membro da MOCAJUIM e com apoio técnico dos bolsistas de extensão universitária da Faculdade de Geografia e Cartografia da Universidade Federal do Pará e integrantes do GEPPAM.



Texto: Márcia Pimentel e Walter Rodrigues
Fotos: Wellingtton Fernandes e Hemerson da Silva.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

I SIMPÓSIO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM CIÊNCIAS AMBIENTAIS NA AMAZÔNIA


Notícia enviada por Nayrana Cabral

Submissão de trabalhos

Normas Gerais para Submissão do Resumo 
Para o I Simpósio de Estudos e Pesquisas em Ciências Ambientais na Amazônia poderá ser submetido resumo nas seguintes áreas temáticas.

  • Avaliação de Impactos Ambientais
  • Biotecnologia
  • Comunicação Ambiental
  • Consumo e Meio Ambiente
  • Ecologia e Biodiversidade
  • Economia Ambiental
  • Ecoturismo
  • Educação Ambiental
  • Energia e Meio Ambiente
  • Estatística Ambiental
  • Etnociências
  • Física Ambiental
  • Geomática
  • Geotecnia Ambiental
  • Gestão Ambiental
  • Indicadores de Sustentabilidade
  • Legislação Ambiental
  • Marketing Ambiental
  • Microbiologia Ambiental
  • Modelagem Ambiental
  • Mudanças Climáticas
  • Políticas Públicas
  • Química Ambiental
  • Recuperação de Áreas Degradadas e Contaminadas
  • Recursos Hídricos
  • Saneamento e Tratamento de Resíduos
  • Saúde Ambiental
  • Sistemas Agloflorestais
  • Tecnologia Industrial
Para submeter resumo, proceda sua inscrição no site clicando no módulo “Inscrições”
O candidato inscrito poderá submeter até 2 (dois) resumos. Após a inscrição, envie seu resumo para:simpambientais@gmail.com 


Os resumos submetidos serão avaliados pela Comissão Científica. A comissão terá autonomia para aceitar ou recusar o resumo, não cabendo recurso.



A lista dos resumos aceitos será divulgada na página do evento.http://www.uepa.br/paginas/pcambientais/simposio/index.html 



Todos os resumos aceitos serão publicados em um CD e serão apresentados no evento por meio de pôsteres.



O prazo para submissão de resumos se encerra em 19 de novembro de 2012. Os resumos submetidos após essa data não serão considerados.



O resumo deverá conter: Título: Fonte Times New Roman 14, Caixa Alta, Negrito e Centralizado. Autores: Fonte Times New Roman 12, Centralizado, Inserir email do primeiro autor e Instituição de Origem. 
Resumo: Contendo até 1800 caracteres, Fonte Times New Roman 12, Justificado. Palavras chave: No máximo 05 (cinco), Fonte Times New Roman 12, Negrito e Justificado.



O modelo para resumo está disponível no link a seguir:


segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Narrativas orais dos moradores de São João da Ponta, nordeste do Pará, vira website




O estado do Pará possui uma superfície de 1.253.165km². Esse imenso território abriga 144 municípios. Dentre eles há os que ainda não possuem registros, nem documentos oficiais que tratem de sua própria história. O que é lamentável, uma vez que o desinteresse em preservar a história acaba ocasionando sua perda. História geralmente contida na memória de muitos homens e mulheres que ajudaram de fato a construir os alicerces de cidades, vilas e povoados por toda Amazônia brasileira.
No município de São João da Ponta, esta realidade se tornou evidente quando o Grupo de Estudos Paisagem e Planejamento Ambiental da Faculdade de Geografia e Cartografia da Universidade Federal do Pará, sob a coordenação da Prof.ª Dr.ª Márcia Pimentel, iniciou uma série de estudos e pesquisas nas comunidades do município.
Com a identificação do problema, os objetivos agora era atender a demanda apresentada em reunião pelos moradores a respeito da preservação e da valorização de sua história contida nas memórias de seus moradores antigos; e contribuir de certa forma com o avanço dos estudos sócio espaciais, utilizando-nos dos recursos metodológicos da história oral somada à abordagem cultural da Geografia, que vem buscando novas alternativas de apreensão do espaço geográfico.
Os resultados das narrativas primeiramente foram organizados em um livro, conforme o pedido dos moradores, a ser lançado em breve.  Em seguida, o material serviu de base para o desenvolvimento deste site.
O site a partir de narrativas orais Portal São João da Ponta é resultado direto desses estudos desenvolvidos sob a responsabilidade do bolsista de Extensão Universitária (PROEXT/UFPA) Walter Luiz Jardim Rodrigues. Os estudos foram iniciados em 15 de abril de 2011 e foram finalizados em 13 de julho de 2012.
No total foram entrevistadas 35 pessoas das principais comunidades de São João da Ponta entre as idades de 96 a 43 anos no período de julho de 2011 a julho de 2012.
Nesta mídia eletrônica buscamos atender as necessidades levantadas pelos moradores do município referente à preservação e valorização da história local, antes viva somente nas memórias de seus moradores mais idosos e, também, disponibilizar para comunidade acadêmica e para comunidade em geral o material coletado em campo junto aos entrevistados assim como os resultados alcançados através do uso desses materiais como artigos, pôsteres, TCC e etc.
Desse modo, acreditamos estar cumprindo com nosso dever quanto estudantes, pesquisadores e, principalmente, seres humanos com o retorno de nossos estudos a comunidade e a valorização dessas pessoas detentoras de tanto conhecimento, que em muitos casos não possuem sequer a alfabetização.
Os nomes e as informações prestadas pelos narradores denominados neste site são respaldados pelo documento Autorização de Uso de Imagem, Som de Voz, Nome e Dados Biográficos em Obras de Preservação Histórica” assinadas pelos mesmos. Toda informação aqui apresentada são autorizadas por seus autores para uso de fins exclusivamente didático.

O website "Portal São João da Ponta a partir de narrativas orais" está com laçamento previsto para novembro de 2012 em São João da Ponta, nordeste do Pará. O site está em fase de testes. O conteúdo está sendo atualizado aos poucos devido a grande quantidade de gravações feitas. Brevemente estaremos funcionando com todo o conteúdo disponível.

Mais informação em: http://www.saojoaodaponta.com