sexta-feira, 14 de novembro de 2014

GEPPAM faz pesquisa na Serra dos Martírios/Andorinhas, sudeste paraense

No dia 27 de outubro de 2014, o Grupo de Estudo Paisagem e Planejamento Ambiental (GEPPAM) realizou mais uma viagem à campo pelo projeto "Uso e Conservação dos Recursos Naturais em áreas protegidas no nordeste paraense". Desta vez, a pesquisa de campo foi realizada no município de São Geraldo do Araguaia, no Sudeste Paraense.

O objetivo principal da viagem de pesquisa foi conhecer um outro modelo de unidade de conservação, neste caso, uma APA (Área de Proteção Ambiental).

O Parque Estadual Serra dos Martírios/Andorinhas foi, em 1996, institucionalizado como Parque de Proteção Integral e fica localizado no interior de uma Área de proteção Ambiental (APA), ambos sob fiscalização da Secretária de Meio Ambiente (SEMA). O grupo conheceu a diversidade da flora da região, além de uma área de piscicultura, que fica dentro de uma propriedade privada.

Atravessando o Rio Araguaia, temos o município de Xambioá, no estado do Tocantins, aonde encontram-se figuras rupestres esculpidas às margens do referido rio. Em seguida, retornando à São Geraldo, tivemos contato com a  “pedra pintada” - rocha antiga com várias inscrições rupestres que são pontos turísticos e despertam a imaginação e curiosidade de seus visitantes. Pela presença de tais figuras, o Parque Estadual Serra das Andorinhas é o segundo maior sítio arqueológico da América Latina.

Agradecemos aos senhores Abel Pojo, gerente do Parque; Nilson Amaral, técnico; e a todos os estágios e funcionários do PESAM que contribuíram para a nossa pesquisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário